Cabala

Quinta lição da Cabala

A Cabala II

Este conhecimento racional da divindade, escalonado nas dez cifras que compõe os números, vos oferece o método completo da filosofia cabalística. O método compõe-se de trinta e dois meios ou instrumentos de conhecimento, que se denominam as trinta e duas vias, e de cinqüenta objetos, aos quais pode-se aplicar a ciência, e que se chamam as cinqüenta portas.
A ciência sintética universal considera-se como um templo com trinta e duas vias de acesso e cinqüenta portas.
Esse sistema numérico, que também poderia ser chamado decimal, porque sua base é dez, estabelece, por analogias, uma classificação exata de todos os conhecimentos humanos. Nada é mais engenhoso, lógico e exato.
O número dez, aplicado às noções absolutas do ser na ordem divina, metafísica e natural, repete-se três vezes, o que dá trinta para os meios de análise; acrescentai a sílépse e a síntese, a unidade postulada pelo espírito, e a do resumo universal, e tereis as trinta e duas vias.
As cinqüenta portas constituem uma classificação dos seres em cinco séries de dez, que abraça todos os conhecimentos possíveis.
Porém não basta ter encontrado um método matemático exato, é preciso, para ser perfeito, que esse método seja progressivamente revelador, isto é, que nos dê o meio de obter com exatidão todas as deduções possíveis, de obter os conhecimentos novos e de desenvolver o espírito, sem deixar nada ao capricho da imaginação.
Isto é o que se obtém pela Gematria e a Temura que são as matemáticas das idéias. A Cabala tem sua geometria ideal, sua álgebra filosófica e sua trigonometria analógica. É desta forma que obriga a natureza, de certo modo, a revelar seus segredos.
Adquiridos estes altos conhecimentos, passa-se às últimas revelações da Cabala transcendental e estuda-se chemanphorach, a fonte e a razão de todos os dogmas.
Eis aí senhor e amigo, o que se deve aprender. Vede se não vos assusta; minhas cartas são curtas, porém são resumos muito completos e que expressam muito em poucas palavras. Dei espaço, amplo o bastante, entre minhas primeiras cinco lições, para vos dar tempo de refletir; posso, portanto, escrever-vos mais amiúde se o desejardes.
Acreditai-me desejoso de vos ser útil.
Vosso, de todo coração, na Sagrada Ciência.

(cartas de Eliphas Levi, As Origens da Cabala, pag. 119, Ed. Pensamento)

Uma resposta para “Cabala

  1. Hi, Neat post. There is a problem with your site in internet explorer, would test this… IE still is the market leader and a good portion of people will miss your great writing because of this problem.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s