A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA E A REALIDADE TEMPO-ESPAÇO


Foto: Marizilda Lopes – Extrema-MG

Por Imersão Cósmica

 A vida humana é nitidamente marcada por infinitas possibilidades. E, estas estão intrinsecamente ligadas a fatores como espaço e tempo. O tempo e espaço são conceitos dependentes do ponto de vista de um provável observador que percebe o tempo como um fluxo constante de causas que geram efeitos. O tempo não tem um significado objetivo, trata-se de uma ilusão habilmente produzida pela mente humana e obviamente não corresponde à realidade externa.  

O que a espécie humana chama de passado, presente e futuro são apenas forças lineares precipitadas para um mesmo palco unificado no infindável presente (o agora). Pode-se entender que o tempo e o espaço são a configuração de uma vibração e freqüência que se manifesta como entidades flexíveis que na escala cósmica torna o espaço dinâmico, tal qual uma respiração que ora se expande, ora se contrai. O que comprova que o universo é uma pulsação contínua e eterna.

Neste tempo, alguns indivíduos vivenciam realidades paralelas e criam possibilidades de penetrar em campos de vibração que parecem diferentes, mas que, em verdade é a experiência da experimentação das infinitas probabilidades do tempo-espaço, misturada ao campo de energia quântica. Na realidade o tempo não pode ser visto como algo etéreo, mas como uma dimensão, um lugar, onde todos os corpos materiais se deslocam sem parar, a uma velocidade de 300.000km/segundo que é para a ciência terrestre, a velocidade da luz. Esta ciência relata que essa é a velocidade limite no espaço-tempo para qualquer ente material, além disso, penetra-se no mundo dos “táquions” que são partículas que viajam além desta velocidade.  Um grande ser[1] entre os humanos diz que um objeto capaz de superar a velocidade da luz também pode viajar para o passado, ou seja, a Teoria da Relatividade, que nos dá a possibilidade de criar a transição entre as dimensões paralelas penetrando nos três momentos, respectivamente.

É preciso considerar que na ilusão da mente humana, os três tempos se confundem apagando a referência do que realmente é a humanidade, enquanto eternidade e multi-dimensionalidade. Oculta, portanto, a lembrança de que simultaneidade é possível, ou seja, dois eventos ou coisas acontecerem ao mesmo tempo, que também depende unicamente da condição de quem observa. Deste modo, é preciso considerar que se o ser humano pode “pular” de uma dimensão de tempo para outra, ao mesmo tempo, porque ele não consegue viver a dimensão da felicidade no seu agora?

A materialidade pressupõe a formatação de crenças e limitações impostas para que sejam utilizados apenas os sentidos físicos, que de certa forma, aprisionam a todos no sistema de controle. Se o indivíduo acreditar que possui a capacidade mental para ultrapassar estes limites físicos ele poderá mergulhar em outras realidades temporais, dimensionais e espaciais.  Todos serão capazes de adquirir a consciência de outros “agoras” para descobrir a grandeza da Criação. Criação esta que ao contrario do que pensam não impõe Leis e sim probabilidades, que são em verdade realidades paralelas com plena consciência deste tempo e espaço.

Esta pequena explicação sintoniza o momento que toda a humanidade vive neste agora, ou seja, é possível transcender a realidade tempo-espaço. A espécie humana vive a benção de alterar a rota dos acontecimentos, o planeta ascensiona, evolui às dimensões superiores de consciência. Para tal é preciso navegar com liberdade de pensamentos e ações, livrar-se das crenças limitantes que formatam a ilusão de sofrimento. A forma mais simples de entender isso é aceitar que enquanto seu corpo físico está apoiado à terceira dimensão, e tenta navegar na ilusão do passado, seu corpo emocional habita a quarta zona de consciência, na qual a fragmentação e a separatividade acontecem. Contudo, ao mesmo tempo e paralelamente, seu corpo de luz habita a quinta dimensão de consciência e é completamente cônscio de sua multidimensionalidade e profundamente orientado para a espiritualidade. Espiritualidade que versa somente para um único propósito: o salto quântico de um avançado padrão de consciência e ressonância.

A grande missão de cada ser humano agora é crer que ele pode unir-se a esta realidade espaço-tempo para sintonizar as freqüências vibratórias que o planeta Terra vive – a dimensão da luz. Luz como consciência de todas as infinitas possibilidades que cada um de vocês recebeu no momento em que foi projetado pela fonte divina. O potencial auferido é igual para todos. Desta forma, permita-se transformar num ser de consciência plena para criar as possibilidades necessárias à transição planetária que já caminha a passos largos. Evitem focalizar a desgraça do mundo que, caótico em sua fisicalidade, expurga seus males para adentrar a infinita glória do renascimento. E, assim, se iniciará a nova história da espécie humana que servirá ao propósito que somente “os mestres conhecem e servem”.

Por orientação de Ashtar Sheran

Marizilda Lopes – Extrema – MG

 Jul/2011

 

 


[1] “A distinção entre passado, presente e futuro é só uma ilusão, ainda que persistente”. Albert Einstein, 1955.

Fonte: http://anjodeluz.ning.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s