DIMENSÃO FRACTAL E O SER HUMANO

Imagem da net – http://obviousmag.org/archives/2007/08/fractais.html

 

* Impressões Cósmicas

A ciência terrestre tem realizado descobertas fascinantes e que torna possível a revelação dos saberes que vão em alguns casos, além do espírito. Embora, cientistas sejam perseguidores extenuantes, das comprovações do abstrato, em formas materiais, há de se aceitar que alguns aspectos da criação dos mundos, jamais serão revelados.

A consciência divina tem um esplendor incomensurável, porém para sua revelação e manifestação, precisa de uma forma compacta, um corpo materializado onde possa expressar toda a sua magnitude. Esta grandeza está firmemente consolidada dentro dos indivíduos da espécie humana e opera por vibração e ressonância de caráter fractal que reverbera a todo o espaço circundante.

Os fractais são formas geométricas abstratas de uma beleza incrível, com padrões complexos, que se repetem infinitamente, mesmo limitados a uma área finita. Tudo no Universo possui uma dimensão fractal; desde o primeiro instante de manifestação de vida a reverberação fractal acontece potencializando-se, cria infinitas formas “aparentemente” distintas, mas igualitárias em sua coletividade. Visivelmente o corpo humano, é uma área finita, no entanto é um conjunto de intermináveis dimensões fractais que se inter-relacionam com tudo ao redor em micro ou macro distâncias. Assim, os vasos sangüíneos, os órgãos, as glândulas, o cérebro humano e todo o complexo corporal possuem formas fractais. Partindo deste princípio, pode -se aceitar que os seres humanos são pura energia que por ressonância, se manifesta de formas semelhantes, em vários campos dimensionais, com abrangência ilimitada.

O corpo que está consciente é este da fisicalidade que na terceira dimensão, apenas “parece” com o que se vê. Em sua forma condensada revelam-se a grandiosidade de um mundo atômico, de infinitos fragmentos, ocultos em sua beleza cristalina. Os humanos então, são como cristais de luz que emanam a todo o ambiente circundante, a radiância desta complexidade elaborada na dimensão fractal.

A cada pensamento, a cada emanação de sensações geradas no âmago de cada indivíduo, mensagens são codificadas nesta dimensão fractal, e como uma força inteligente atinge os fractais de todas as dimensões humanas, animais, vegetais e minerais e muito além, até o universo cósmico. Tal fato pode ser demonstrado pelas “mandalas” cristalinas nas moléculas de água, que sofrem alteração conforme a vibração recebida.

O planeta Terra é um grande “merkabah[1]“, viajante do cosmos, ampara e reflete energias que continuamente se projetam e se inter-relacionam aos outros corpos celestes. Há muito tempo por circunstâncias especiais, muitas energias de alta vibração penetram as moléculas do corpo terrestre. Com isto sabe-se que além dos raios ultravioletas outros de maior amplitude atingem o planeta e atravessam o coração do espírito da Terra. A grande significância disto está em que, estas freqüências são geradoras da abertura de consciência que conduzirá à nova codificação genética da humanidade. Ainda se sabe pouco dos reais efeitos destas forças sobre a vida humana; é preciso lembrar que as grandes transformações ocorrem a cada instante e que em princípio, mudanças assustam, contudo fazem parte da renovação da vida.

A espécie humana será em dias vindouros uma raça diferenciada, em que geneticamente, muito será alterado. E isto já acontece em toda a Terra e antecipadamente em alguns pontos do planeta como por exemplo, no hemisfério Sul; locais estes onde surgirá a manifestação de uma nova raça.

A humanidade em sua totalidade é a maior forma fractal espelhada na luz de uma consciência divina, portanto, todos são geradores de emanações constantes de partículas de luz que reverberam a distâncias infinitas. Há uma importância essencial em se ter consciência sobre as revelações e os processos de evolução; de que cada indivíduo humano seja uma oração viva e constante construída em pensamentos altamente significativos, que possam refletir atitudes conscientes a cada instante vivido. Além de unir vibrações em um único instante é necessário transformar comportamentos e pensamentos para que as ações sejam determinadas e mediadas por intenções positivas, continuamente.

Assim, se um dado momento é importante para cada indivíduo então, seja ele o marco do início da Era dos Bravos. Os bravos que ousam enfrentar as sombras internas da inconsciência que ainda está perdida no mar das repressões e das incertezas da própria alma.  Este é o tempo do enfrentamento, e para tal é preciso força e coragem. Somente àqueles que se tornam cônscios de sua responsabilidade, enquanto focalizam a força direcionadora que vem a partir da luminescência do espírito, saberão enfrentar este instante, para ressignificar a dor e o sofrimento. É preciso saber que a negatividade exposta no planeta é o produto de toda a repressão que a espécie humana vem “se deixando conduzir” desde o princípio. Como dito em outras mensagens, a grande maioria, ainda está presa numa caverna, hipnotizados pelo jogo de luzes e sombras, projetado no pano de fundo. A hipnose é tão grande, que estes seres não se voltam e não conseguem tirar os seus olhos daquela projeção. Entretanto, é a luz que projeta aquele espetáculo de sombras, do universo que está lá fora, que confunde a realidade com as sombras-ilusões que todos contemplam embevecidos na profundidade da gruta. Todavia, a realidade genuína está na luz do conhecimento e nas formas arquetípicas que é projetada como sombra.

Esta alegoria serve para demonstrar que os “espetáculos de sombra” são as manifestações imanentes-irreais da experiência humana de realidades arquetípicas, pertencentes a um mundo transcendente. E por mais que eventos externos se façam para evocar a realidade, não são eles que fazem isto. Não se identifica a consciência com as percepções motoras, sensações e impressões sensoriais apenas. Será que você se identifica com os seus dedos, no ato de escrever ou com os seus pés no ato de andar? É óbvio que não!… O treinamento torna qualquer ação automatizada. Os chamados externos da experiência humana consciente, não podem ser confundidos com os elementos fundamentais da consciência. No âmago da mente, os pensamentos, sentimentos e opções se encarados assim, jogariam a todos dentro do simples conceito – “penso logo existo” – quando o ideal é – “escolho, logo existo” – na física quântica, escolher é a função primordial da consciência.

Então, é hora de levantar e ampliar a possibilidade de transcender e saber que já não é mais possível apenas codificar-se por eventos externos, na esperança de uma transformação, mas assumir a luz no espetáculo da consciência fundamental que cada indivíduo humano é em si mesmo, em todos os instantes, a cada segundo, como fractais que todos voces são, na força da consciência una. Esta é simplesmente, a capacidade que está latente em qualquer um: ampliar sua vinculação com outros planos de existência. A todos é possível, desde que, assim o queiram. O maior evento cósmico é a própria raça humana, que caminha a passos largos rumo ao reencontro de si mesmo na magnitude da alma da Criação.

“A mudança de um povo ou de uma raça não se faz apenas por bons pensamentos, mas, pelos atos e ação direcionados, cabíveis em padrões morais, culturais e éticos de cada nação”.

Por orientação de Ashtar

Através de Marizilda Lopes


[1] Merkabah – veículo, carruagem.

Fonte: http://anjodeluz.ning.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s