Série de Meditação Focada para 2012 – Semana # 38: Fazer a Pergunta Certa‏

Amados Amigos!
Aqui está o 38° tema de meditação sugerida nesta Série de Meditação Focada para 2012. A finalidade, o tempo de meditação e, se necessário, um método básico de meditação são fornecidos e disponíveis AQUI. Para rever a Meditação anterior desta série, clique AQUI.
Esta Série de Meditação Focada para 2012 – Semana # 38: Fazer a Pergunta Certa dentro de si està arquivada em http://www.earthrainbownetwork.com/FocusArchives/Semana38.htm
To review the English version, please go HERE.
 
* * * * * * *
 
Semana # 38: Fazer a Pergunta Certa
Fazer a pergunta certa é frequentemente a melhor forma de conseguir a resposta correcta. E a pergunta certa que agora todos precisamos perguntar a nós mesmos é: Quem Sou Eu? Por que isto é assim? Simplesmente porque, enquanto permanecemos escondidos na noção ilusória de que somos este corpo de carne que vestimos e não uma alma a viver uma experiência física através dele, vamos continuar a errar no vale profundo da tristeza, do torpor espiritual e do sofrimento sem fim, o quinhão da maioria dos seres humanos na Terra até agora. É claro que, considerando tal noção apenas a partir de uma distância segura e racional que a maioria das pessoas normalmente tem – mesmo que este facto universal da vida tenha sido seriamente ponderado – isso não será suficiente para quebrar o feitiço solidamente implantado de ignorância e esquecimento sobre a nossa própria grandeza sagrada como uma expressão holográfica da Realidade Omniversal de onde tudo deriva.
Da mesma forma, contemplando apenas este “facto”, usufruindo por momentos do pensamento de que num lugar profundo dentro de nós reside um reflexo cristalino de Tudo O Que É- ou qualquer outra forma que cada um opta por descrever “isto”- tal não será suficiente para levantar do abismo profundo a crença há muito tempo implantada da nossa separação com a Fonte do Criador, o eco agora quase imperceptível de um passado distante, quando a Unidade em Tudo O Que É era o nosso estado natural de ser.
Mas, novamente, fazer a Pergunta certa e procurar a Resposta correcta profundamente dentro de nós, pode conduzir à Porta do Despertar que, uma vez aberta, mesmo por breves momentos, sobre a vista infinita da Glória e Felicidade que nos espera do outro lado, pode dar-nos um vislumbre da verdade de Quem realmente Somos. O fogo contínuo da Consciência da Fonte que é então aceso no núcleo da nossa alma pode crescer, expandir, brilhar e, finalmente maravilhar o nosso sentido limitado de ser até os seus limites estreitos derreterem para revelar a Perfeição Absoluta da natureza cristal – como natural do nosso Verdadeiro Ser. E… ENTÃO… NÓS… SABEREMOS… E uma vez que se sabe, não há volta, não há retorno para a sensação sombria, entorpecente, de estar perdido, sozinho num mundo cruel, onde ninguém parece realmente preocupar-se com nada, excepto com as suas próprias ilusões. A partir desse ponto, apenas uma coisa realmente interessa: reacender a Chama do puro, feliz Amor que sentimos quando abrimos a porta e contemplamos a nossa verdadeira natureza cósmica.
Agora, como todos sabemos, nenhuma palavra, nenhuma descrição por mais bonita que seja pode representar os sentimentos, emoções, percepções e sentimentos de sagrado tremor que pode provocar a experiência descrita. E é aqui que você tem que tomar uma decisão, em primeiro lugar ao nível da alma… Você gostaria de saber Quem Você É? Este não é um jogo trivial. Isto é real. Você andou muito, muito muito tempo para chegar aqui e agora neste momento e tempo no Continuum. Você só tem mais alguns passos para dar, ainda alguns sussurros de ilusão para dissipar e ainda algumas hesitações para perder… Você está pronto? Você vai cruzar o patamar? Eu tenho esperado tanto tempo, tanto tempo por este momento…
Neste próximo domingo, e sempre que quiser “ir lá”, vamos cada um de nós perguntar a si mesmo a Pergunta Certa e vamos juntos encontrar a Resposta correcta, para o Bem Maior de todos…como Um.
* * * * * * *
Algumas reflexões complementares…
Curar a Fissura
Bem no fundo de cada um de nós há uma Fissura escancarada, um abismo abissal que foi aberto há tempo infinito no próprio tecido da nossa alma, quando nos afastámos da Glória das nossas Origens para mergulhar no mundo da fantasia que todos juntos fomos co-criando, metaforicamente falando, a partir do núcleo central da nossa presença Omniversal, alguns entalhes abaixo da escala dimensional, e depois mais e mais, à medida que cavamos o nosso caminho nos interesses e nas suas infinitas e variadas possibilidades de experiências.
Não há nenhuma maneira de descrever com precisão de onde viemos excepto dizer que o Perfeito Amor e a Felicidade Absoluta imperam no seu expoente máximo. E, no entanto, como é que sabe que está a experimentar o Amor e a Felicidade se não tem memórias com as quais comparar o que sente? Daí a necessidade e o desejo, alguns diriam idiota, de deixar esta Omniperfeição e mergulhar profundamente nos poços sombrios da imperfeição e do esquecimento definitivo.
Este é o lugar no qual todos estamos a despertar lentamente à medida que progressivamente recordamos, pouco a pouco, as memórias muito desbotadas da nossa glória “pré-BigBang” e perfeição deslumbrante. Por momentos infinitamente breves, meros nanossegundos, temos vislumbres fugitivos do que significava ser Um, ser Amor, ser Perfeição, tudo ao mesmo tempo e eternamente. Estas visões profundamente tentadoras sincronizadas com a ressonância da nossa alma, como sentimos a incrível Verdade que elas representam, tornam-se então os toques de insistência que nos mantêm a tentar voltar a esse cruzamento interior, onde as perfeitas condições foram inicialmente atendidas para esse tipo de magia sublime surgir e brilhar…
E, às vezes, nós conseguimos mesmo chegar a esse estado de Omniversal feliz Amor, ainda um pouco mais alto na escala de ressonância, como o pulso dos ecos do nosso Amor que irradiam de volta para nós a partir dos confins do universo, amplificados x milhões de vezes pela resposta de Tudo O Que É, confirmando à nossa percepção consciente, ainda agarrada ao fundo do poço escuro aberto pela Fissura na nossa alma, há muito tempo atrás, de que somos realmente reconhecidos, amados e valorizados como nunca fomos antes.
Essa confirmação é tudo o que precisamos para saber que há um verdadeiro Lar em algum lugar, lá onde a nossa verdadeira família está a aguardar o nosso regresso, todos os corações e almas abertos, prontos para nos levar de volta no prismático reluzente dourado de Unidade Omniversal. O objectivo é, então, definido e o longo arco da nossa jornada longe de Casa começa lentamente a curvar-se até que os olhos da nossa alma possam ÐÐver a estrada que leva de volta ao local que deixámos há muitas eras atrás.
Mas há um problema. Depois de conseguirmos apanhar um breve vislumbre do caminho de volta para Casa, geralmente tendemos a esquecer rapidamente que até vimos a estrada e, muito rapidamente, como as exigências implacáveis ÐÐda nossa vida terrena arrastam a nossa atenção para nos manter focados na “Lista de coisas urgentes para fazer “, inconscientemente deixamos que essa visão privilegiada se esvaia no fundo dos nossos pensamentos, como se estivéssemos a adormecer, uma vez mais no nosso entorpecimento sonolento e inércia profunda a que chamamos consciência humana.
No entanto, a semente do grande despertar foi semeada! Como as forças subterrâneas que milagrosamente trazem a vida de volta com todo o esplendor de Verão depois de um Inverno frio de abatida falta de vida, algum processo profundamente misterioso e totalmente antigo foi posto em movimento, e nada pode eventualmente parar este lento rolo compressor, uma vez que a nossa alma tenha quebrado a sua prisão na mais profunda fenda da Fissura onde tinha sido presa por muito tempo.
A cura da Fissura pode então começar…
* * * * * * *
Também é recomendadoŠ
Be The Peace (Ser a Paz) – 21 de Setembro de 2012 – International Day of Peace (Dia Internacional da Paz)
Haverá eventos ao vivo, em centenas de cidades por todo o mundo, a partir das 18.00h, horário local, para criar uma onda de paz profunda a mover-se através do nosso planeta. Haverá também três momentos específicos durante o dia quando todos, em todo o mundo, se conectarem ao mesmo tempo: 00.00h, 12.00h e à meia-noite EDT (Eastern Daylight Time) — 5.00h, 17.00h de 21 Set. e 5.00h de 22 Set. em Portugal e 1.00h, 13.00h de 21 Set. e 1.00h de 22 Set. no Brasil –, criando três pulsos planetários profundos de paz. “BeThePeace” convida todas as pessoas de todas as culturas, de todas as tradições espirituais, e todas as perspectivas políticas para se Juntarem como Um.
* * * * * * *
Se desejar receber esses semanal Meditações Focadas, envie um email para globalvisionary@earthrainbownetwork.com com a frase “Por favor, envie-me e semanal Meditações Focadas” no campo de assunto do vosso email.
Para informação complementar (em Inglês), por favor tone a ver o material postado por Global Meditation Focus Group em http://www.earthrainbownetwork.com/FocusArchives/home.htm
A VOSSA AJUDA NA DIVULGAÇÃO ATRAVÉS DA NET DURANTE AS PRÓXIMAS SEMANAS SERIA MUITO APRECIADA

Uma resposta para “Série de Meditação Focada para 2012 – Semana # 38: Fazer a Pergunta Certa‏

  1. This will likely be a terrific internet page, could you be involved in doing an interview about how you made it? If that’s the case e-mail me!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s